sexta-feira, 16 de junho de 2017

"A Múmia" - Resenha em 2 partes (com e sem spoilers)




Primeira Parte: Resenha sem spoilers


Estava bem animada para assistir "A Múmia", mas fiquei um pouco decepcionada com o filme, esperava mais. Quero dizer, não foi de todo ruim, o começo foi muito bom. Adoro todo aquele ar de mistério, com descobertas arqueológicas fascinantes e tudo mais..........

Até mesmo as cenas de ação estavam bem divertidas no início, mas depois foram ficando bastante enjoativas (sou suspeita para falar porque não sou muito fã de cena de ação) e às vezes sentia como se estivesse assistindo a um filme de zumbi.........eu sei que há muitas semelhanças entre filmes de múmias e zumbis, mas têm coisas que se encaixam melhor em um universo e nem tanto em outro. Enfim, são incongruências que me incomodaram um pouco, mas que não foram o maior problema.

A história foi ficando cada vez mais confusa no decorrer do filme, tinha muita coisa mal explicada, incluindo o final, que foi bastante confuso e um tanto que ridículo. Além de que, tentaram forçar um romance nada convincente entre o protagonista e uma fulaninha lá, o que não teria tanto problema se o final não estivesse tão relacionado a isso. 

Concluindo, não é um filmaço e passa longe de "A Múmia" de 1999, mas dá para assistir. Só que se você for do tipo que só vai ao cine quando realmente compensa, então talvez seja melhor gastar com outra coisa.


E é isso para a primeira parte. Se você ainda não assistiu ao filme, então volte aqui depois do cine para conferir a segunda parte. E, para quem já viu, é só continuar lendo.


Segunda Parte: Considerações sobre o filme (COM SPOILERS!)


- "Poder de contaminação"




A múmia da princesa era capaz de sugar a vida (ou, melhor dizendo, a energia vital) das pessoas para que pudesse ficar cada vez mais forte, o que é totalmente compreensível e se encaixa perfeitamente em uma história de múmia. Contudo, as vítimas não morriam completamente (o que, ao meu ver, seria o mais sensato), mas eram de alguma forma contaminadas e se transformavam em algum tipo de zumbi que era controlado pela múmia da princesa.

Esse tal "poder de contaminação" não se encaixa muito bem em uma história de múmia. Se encaixa melhor no universo zumbi, uma vez que as pessoas normalmente se transformam em zumbis por causa de algum tipo de infecção........isso sim faz sentido. Porém, não tem muita lógica que uma múmia (que não contém nenhum tipo de doença infecciosa) transforme outras pessoas em algum tipo de zumbi. 


- Dr. Henry Jekyll e sua doença misteriosa




O que esse cara tem? Por que às vezes ele é possuído por alguma "força maligna"? Entendo que ele trabalha perseguindo "coisas do mal" (pelo menos foi isso que eu entendi dessa parte tão confusa) e, assim, é provável que ele tenha sido contaminado ou alguma coisa do tipo............mas, ainda sim, deveria ser melhor explicado........

Sei que se trata de um personagem famoso de outras histórias, mas eu não lembro quase nada sobre ele. E por que ele está no filme para começo de conversa? Por acaso se trata do começo de alguma sequência envolvendo super heróis ou, melhor dizendo, pessoas poderosas que às vezes são super heróis e às vezes são monstros?

E eu, inocente, achando que estava indo assistir a um filme de múmia sério, não algum tipo de baboseira de "super herói / monstro"..........


- O romance tosco entre Nick e Jenny




Eles tentaram forçar um romance verdadeiro e profundo entre o Nick e a Jenny, mas não foi nem um pouco convincente..........quero dizer, eles mal se conheciam e o Nick nem parecia se importar com ela.........mas aí de repente ele é capaz de se sacrificar por ela? De se tornar um monstro apenas para ressuscitá-la? Entenderia se ele fizesse isso por uma filha, pelos pais, ou talvez por uma esposa que amasse muito.............agora fazer isso por uma fulaninha que mal conhecia? É o típico amor que surge do nada nos filmes americanos..........haja paciência!


- Se o Nick não tivesse completado o ritual, o que aconteceria?




Se o Nick tivesse quebrado a pedra vermelha, o que teria acontecido? A múmia da princesa teria sido destruída? Vamos pensar um pouco: se a pedra tivesse sido destruída, o pacto com o deus Set seria desfeito e, assim, a princesa provavelmente seria destruída..........

Mas não tem como termos certeza disso, uma vez que o Dr. Jekyll disse, nos minutos finais do filme, que "um monstro deveria ser criado para que o outro monstro fosse destruído", o que sugere que não havia outra maneira de destruir a múmia da princesa que não a mostrada no filme.


- O que aconteceu com o Nick?




Como sabemos, o ritual foi finalizado de um jeito diferente: foi o Nick quem enfiou a adaga em si mesmo, não a princesa. Então, o que muda? Como foi ele quem fez o ritual, então o Set possuiu apenas parte de seu corpo? O Nick ainda tem algum controle sobre si mesmo? E como seus poderes funcionam? Ele só pode usar algum poder quando o Set o controla?


Enfim, muitas perguntas, poucas respostas e muita coisa confusa e sem sentido nesse filme.........é por isso que me decepcionei muito com ele. E o que você acha? Deixe seu comentário abaixo!




Bjinhos mumificados,


Tati.     


sexta-feira, 9 de junho de 2017

Teoria da Reincarnação - Star Wars




Existem muitas semelhanças entre Rey e Anakin. Os dois são ótimos mecânicos, são pilotos habilidosos, têm uma certa afinidade com dróides e são poderosos com a Força. Eles têm tanto em comum que algumas pessoas acreditam que talvez Anakin, o Escolhido da profecia, não tenha completado o seu destino e, por isso, ele reincarnou como Rey para terminar sua tarefa.........vamos analisar essa teoria e ver aonde vai:


- Anakin completou ou não o seu destino?


Muitas pessoas que defendem a teoria da reincarnação acreditam que o Anakin voltou como Rey porque não completou o seu destino, que era o de equilibrar a Força.........mas será mesmo? Vamos pensar um pouco: a Força precisa estar em equilíbrio e isso significa que não apenas o lado negro, mas também a luz precisam ser controlados e, na época dos episódios I-III, havia cerca de 10.000 Jedis (de acordo com a Wookieepedia) e apenas alguns Siths. Eu sei que muitas pessoas provavelmente irão argumentar que o George Lucas disse que os Siths devem ser destruídos para equilibrar a Força........




Primeiro, não importa o que o George Lucas acha, só é válido aquilo que é mostrado nos filmes. Segundo, é perfeitamente compreensível que os Siths desequilibram a Força muito mais que os Jedis, logo, um pequeno número de Siths desequilibram a Força muito mais do que um grupo grande de Jedis...........mas na época dos filmes I-III havia MILHARES de Jedis a mais do que Siths, então é óbvio que a luz estava desequilibrando a Força mais do que o lado negro........ 




Quando Anakin se tornou Darth Vader e ajudou a destruir a Ordem dos Jedis, ele estava cumprindo parte da sua tarefa: estava enfraquecendo a luz, que era o lado que mais estava desequilibrando a Força na época. Eu sei que o lado negro se tornou o lado dominante e que a Força continuou em desequilíbrio, mas foi um período necessário. Enfraquecer a luz foi a primeira parte do teste e a segunda parte era retirar o poder dos Siths, o que foi cumprido na Batalha de Endor, quando o Darth Vader matou o Palpatine e, consequentemente, o Império foi destruído. Logo, o Anakin cumpriu o seu destino: o lado negro foi destruído (pelo menos por algum tempo) e o lado da luz não era tão forte quanto nos episódios I, II e III.........




Sendo assim, não faz sentido que o Anakin tenha voltado como Rey para completar seu destinho, uma vez que ele já cumpriu o seu dever..........porém, faz muito mais sentido que o Escolhido esteja em algum tipo de ciclo de reincarnação para manter a Força em equilíbrio, assim como acontece no seriado Avatar.




- A teoria da reincarnação se encaixa no universo Star Wars?


Muitas pessoas argumentam que essa teoria não pode ser verdade porque reincarnação não faz parte do universo Star Wars...........mas e daí?! A teoria do Escolhido e aquela coisa toda dos midichlorians também não faziam parte desse universo, mas os filmes I-III incorporaram esses elementos na saga. Enfim, não tem problema algum que a nova trilogia traga elementos que nunca foram explorados, desde que faça sentido para a história............




Quando pensamos melhor sobre isso, vemos que a teoria da reincarnação explica muitas coisas e até corrige algumas falhas presentes na saga, como o fato do Anakin se tornar um Fantasma da Força sem qualquer tipo de treinamento. Enquanto o Obi-Wan e o Mestre Yoda se prepararam por anos para isso, o Anakin conseguiu o mesmo sem ter feito o menor esforço.




A única explicação é que ele é o Escolhido e, assim, a consciência da sua vida como Anakin (assim como a de suas outras vidas passadas) são automaticamente preservadas. Você deve estar se perguntando: mas se ele vai ser sempre um Fantasma da Força, então como que ele vai reincarnar? Bom, o fato de a consciência da sua vida passada permanecer preservada não significa que o seu espírito não possa reincarnar. Eu sei que é um pouco confuso, mas se você já assistiu o seriado Avatar, então irá entender o que estou falando: você deve se lembrar que o Aang às vezes conseguia falar com suas vidas passadas para receber conselhos e às vezes era até mesmo ajudado por eles.




Então, se essa teoria for verdade, é bem provável que a Rey poderá conversar com o Fantasma do Anakin (que obviamente não é o espírito dela, mas apenas a consciência da sua vida passada que permaneceu preservada) e talvez até com outros de suas vidas passadas. Ela provavelmente irá receber conselhos deles e talvez até mesmo ser ajudada por eles, assim como o Aang...........


Clique AQUI para assistir a cena


A teoria também explica o porquê da Rey conseguir usar o seu poder de uma maneira surpreendente, mesmo sem nenhum tipo de treinamento. No começo do seriado Avatar, o Aang ainda não era um lutador muito bom, mas, quando estava em seu "estado Avatar", conseguia fazer coisas que ele não conseguia fazer em seu estado normal.    


Clique AQUI para assistir a cena


E, depois que o Aang morreu, ele conseguia conversar com a Korra, a Avatar subsequente...........


Clique AQUI para assistir a cena


E, assim como os Avatares anteriores, a Korra fazia coisas incríveis quando estava no "estado Avatar".


Clique AQUI para assistir a cena


- A teoria da reincarnação e a inexplicável habilidade de Rey


O "estado Avatar" de alguma forma parece com o que aconteceu com a Rey durante a sua luta com o Kylo Ren: ela estava perdendo, mas quando fechou os olhos e se conectou com a Força, conseguiu derrotá-lo facilmente.........e, convenhamos, é difícil de acreditar que qualquer um seria capaz de fazer isso. Afinal, não interessa o quão conectado com a Força você esteja, você provavelmente não vai conseguir derrotar seu adversário altamente treinado em uma luta se você nunca teve nenhum tipo de treinamento para isso. Logo, a única explicação é que ela devia estar conectada com algum tipo de poder inerente ao Escolhido (talvez o Anakin e outras de suas vidas passadas estivessem a ajudando).




Essa teoria também explica aquela coisa toda de "concepção por midichlorians". Não parecia fazer muito sentido que o Anakin tivesse sido concebido por midichlorians, mas agora isso se encaixa perfeitamente na teoria: o espírito do Escolhido foi invocado pela Força para equilibrá-la e, como já explicamos, o Anakin cumpriu a sua missão. Contudo, a Primeira Ordem começou a surgir e, mesmo que ainda não estivesse tão poderosa na época, já era uma grande ameaça ao equilíbrio da Força (ou talvez esta já estivesse desequilibrada), é por isso que o espírito do Escolhido foi invocado novamente, reincarnando como Rey. 




Sim, se a teoria for verdade, então a Rey foi concebida do mesmo jeito que o Anakin, pelos midichlorians. Eu sei que a maioria do fãs odiariam ouvir esse termo de novo, então a Disney provavelmente iria se referir a isso de um maneira diferente, talvez algo do tipo "a Rey foi invocada pela Força para equilibrá-la". Na verdade, talvez isso explique até mesmo o fato da Rey ter sido abandonada: a mãe dela provavelmente ficou com medo de ficar com uma criança que surgiu do nada e a entregou para outras pessoas.




Então, pode ser que quem quer que a Rey considere como família não sejam seus parentes biológicos. Eles provavelmente sequer se importavam com ela e é possível que eles a venderam para o Unkar Plutt para ter dinheiro suficiente para ir embora de Jakku. Eles deixaram a Rey para trás e provavelmente mentiram para ela, dizendo que iriam voltar, é por isso que ela ainda tinha esperança de que eles voltariam.........




- Se a teoria for verdade, então por que as pessoas não sabiam disso?


Você deve estar se perguntando: se o Escolhido está em algum tipo de ciclo de reincarnação, então por que as pessoas não sabiam disso, assim como no seriado Avatar? Bom, o ciclo de reincarnação do Avatar acontece em um único mundo, não em uma galáxia inteira. Então, é difícil de descobrir que vez ou outra tem alguém que nasce da Força em algum lugar da galáxia.




Além de que, no seriado Avatar, o ciclo de reincarnação é ininterrupto: quando o Avatar morre, o espírito reincarna logo depois. Já em Star Wars (se a teoria for verdade), a reincarnação apenas acontece quando a Força está desequilibrada ou quando potencialmente estará. Então, a frequência de reincarnação é bem menor do que no seriado Avatar, o que faz com que seja ainda mais difícil para as pessoas do universo Star Wars descobrirem sobre esse ciclo.  




Então é isso gente, eu sei que a maioria de vocês não quer ver essa coisa toda de reincarnação na saga Star Wars, mas a verdade é que pode ser algo bem legal se for feito com cuidado, sem aquela bobagem de " 'Você é meu pai?' 'Não, você é que é meu pai' "...........




É, realmente não queremos esse diálogo ridículo..........enfim, o seriado Avatar conseguiu explorar a reincarnação de uma maneira brilhante e eu tenho certeza que a Disney conseguiria fazer o mesmo. Além de que, é uma das poucas teorias que realmente fazem sentido e que até corrigem algumas falhas presentes na antiga e na nova trilogia!




Bjinhos estrelares,


Tati.
   

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Como Rey foi parar em Jakku? - Star Wars




Como O Despertar da Força lembra bastante Uma Nova Esperança, muitas pessoas acreditam que o passado da Rey é similiar ao do Luke: ambos são poderosos com a Força e tem pais também poderosos e os dois foram escondidos em um planeta deserto...........porém, por qual razão Rey foi escondida? Vamos analisar algumas teorias sobre o assunto e ver qual faz mais sentido:


- Foi Kylo Ren quem deixou Rey no planeta Jakku?


Alguns fãs criaram uma teoria com base na visão da Rey (depois de tocar no sabre), em que primeiramente vemos uma cena do Luke e do R2-D2 em frente de um fogo e, na cena seguinte, vemos o Kylo Ren enfiando o sabre em alguém.




A opinião prevalente sobre essas imagens é que elas retratam o momento em que a Ordem dos Jedis foi destruída por Kylo Ren junto com outros membros dos Cavaleiros de Ren, que inclusive podem ser outros alunos do Luke que também se voltaram contra ele.




Segundo a teoria, Rey é filha do Luke e foi sua aluna na Nova Ordem dos Jedis e, quando esta foi destruída pelos Cavaleiros de Ren, Kylo não teve coragem de matar a sua prima. Então, ele a salva e a deixa em Jakku com o Unkar Plutt. 




Uma variante dessa teoria diz que foi o Luke quem salvou a Rey (seja por ser o pai dela, seja por ser um professor que gostava de sua aluna) dos Cavaleiros de Ren e a deixou escondida em Jakku, de modo que ninguém pudesse encontrá-la.




O problema dessas teorias é que existirem provas que as derrubam facilmente: os eventos descritos no livro Bloodline ocorrem 6 anos antes dos acontecimentos de O Despertar da Força e, naquela época, Ben Solo ainda era aluno do Luke e ainda não tinha se convertido ao lado negro da força e se tornado Kylo Ren.




Sendo assim, na época em que Kylo Ren se voltou contra o Luke e ajudou a destruir a Nova Ordem dos Jedis, a Rey já estava vivendo em Jakku há um bom tempo. Sabemos disso porque ela tem 19 anos (de acordo com o Dicionário Ilustrado) no filme e, quando a vemos ainda criança (na visão provocada pelo sabre), ela provavelmente tem cerca de 6-8 anos.




- Rey foi realmente deixada em Jakku?


Graças a Bloodline, sabemos que tudo estava bem nos 6 anos anteriores aos acontecimentos de O Despertar da Força: Luke estava comandando a Ordem dos Jedis, Ben Solo ainda era seu aluno, a Républica estava dividida mas ainda no poder e a Primeira Ordem estava apenas começando a surgir das sombras.............sendo assim, por que Rey precisaria ser escondida cerca de 11-13 anos antes dos eventos de O Despertar da Força se tudo estava bem?
        



Além de que, quando Luke foi escondido em Tatooine, ele foi entregue à sua família e o Obi-Wan ficou por lá vigiando-o. Rey, porém, foi entregue a Unkar Plutt, que não era seu parente e nem tomava conta dela. É difícil acreditar que alguém que se importasse com ela a teria deixado com ele.........




Sendo assim, pode ser que a Rey não foi deixada em Jakku, mas sim nasceu lá e foi simplesmente abandonada por sua família. Inclusive, quando a vemos criança (na visão provocada pelo sabre), ela grita "come back" ("volta aqui") e não "don't leave me" ("não me deixe") ou qualquer outra frase que indicasse que ela foi deixada lá. Além de que, ela estava usando o mesmo tipo de vestimenta que ela usa em sua vida adulta...........ou seja, ela provavelmente usou esse tipo de roupa a vida toda.




Você deve estar se perguntando "Por que a família dela a abandonou?". Simples: eles eram pessoas egoístas que queriam sair do planeta de qualquer jeito. É bem possível que os seus pais biológicos morreram e ela foi deixada com pessoas que não se importavam tanto com ela..........inclusive, o diálogo entre a Rey e a Maz Kanata sugere que a família dela não é ninguém especial e provavelmente não fará parte da saga. Ela até aconselha Rey a esquecer seu passado e correr atrás do seu futuro: encontrar o Luke e se tornar uma Jedi.




Enfim, quem quer que estivesse tomando conta dela provavelmente estava juntando dinheiro para deixar Jakku e, quando apareceu uma oportunidade, eles não a desperdiçaram, ainda que tivessem que abandonar a Rey. Pode até ser que eles "venderam" a Rey para o Unkar Plutt para conseguir dinheiro para deixar o planeta. Claro que eles não contaram a verdade para ela, eles provavelmente mentiram dizendo que voltariam.............é por isso que ela ainda tinha esperança de que eles voltassem.




Existem outras evidências que também indicam que a Rey nasceu lá: ela diz "Não sabia que tinha tanto verde assim em toda a galáxia" (quando eles chegam em Takodana) porque ela não conhecia outro lugar sem ser Jakku.




Além de que, se ela realmente morasse em outro lugar antes de Jakku, ela provavelmente iria querer voltar lá para tentar encontrar sua família ou algum conhecido que pudesse ter informações sobre o paradeiro de sua família. Ela teve a oportunidade de fazer isso, não apenas no filme ao roubar a Millennium Falcon, mas também no livro "Before the Awakening", em que Rey, com a ajuda de 2 pessoas, encontra uma nave e a conserta, mas ela se recusa a ir embora de Jakku com seus amigos, que acabam indo sem ela. Então, há vários indícios de que ela sempre morou lá.




Algumas pessoas podem dizer que a Rey simplesmente não se lembra de onde ela morou antes de viver em Jakku, mas ela foi deixada com o Unkar Plutt por volta dos 6-8 anos, idade o suficiente para ter uma noção boa do que estava acontecendo em sua vida. As pessoas ainda podem dizer que a sua mente foi apagada............mas por quê? Conforme já discutimos, tudo estava bem na galáxia durante a infância de Rey.




É isso gente, eu sei que muitas pessoas preferem acreditar que a Rey é alguém importante (uma Skywalker ou uma descendente do Obi-Wan ou do Palpatine), mas a verdade é que tem uma grande chance de ela ser apenas uma menina que nasceu em Jakku e foi abandonada por sua família (ou quem quer que ela considerasse como tal). E o que você acha do assunto? Deixe seu comentário abaixo e não se esqueça de conferir os vídeos usados para fazer este post:







Bjinhos estrelares,


Tati.


terça-feira, 16 de maio de 2017

A Bela e a Fera (Live Action) - Teoria




Você já ouviu falar na Teoria do Loop Temporal envolvendo o live action "A Bela e a Fera"? Bora discutir sobre o assunto e analisar se faz algum sentido:


- O que é a Teoria do Loop Temporal?


No final do filme, é revelado que alguns dos membros da vila são parentes de alguns do empregados do castelo e, de acordo com a teoria, o feitiço foi lançado no castelo há muitos anos atrás, mas a Fera e os empregados não envelheceram. Podemos deduzir isso porque o Zip continua a ser criança quando volta à vida humana.




Parece haver uma falha no roteiro porque os habitantes da vila continuam a ter praticamente a mesma idade dos membros enfeitiçados do castelo, mas estes tinham que ser bem mais novos que aqueles. Então, de acordo com a teoria, os moradores da vila estão presos em um loop temporal, condenados a viver o mesmo dia ininterruptamente e sem se darem conta disso.




A feiticeira que amaldiçoou a Fera também enfeitiçou toda a vila em um loop temporal para que os habitantes não pudessem se lembrar dos empregados do castelo que eram seus parentes, amigos ou conhecidos. Na música "bonjour", vemos que a Bela sabe exatamente como é a rotina diária de cada membro da vila. Ela está entediada porque sabe exatamente o que irá acontecer..........afinal, acontecem as mesmas coisas todos os dias.




Inclusive, na música mencionada, a Bela canta "Tudo aqui é sempre assim, desde o dia em que eu vim". De acordo com a teoria, a Bela e o seu pai não foram enfeitiçados no loop temporal porque eles chegaram na vila depois que o feitiço havia sido lançado, é por isso que os moradores acham os dois estranhos. A teoria também diz que a feiticeira continua na vila (disfarçada como Ágata) apenas para manter o feitiço nos habitantes.  




- A teoria faz sentido?


Agora, vamos analisar tópico por tópico: primeiro, não se passaram tantos anos quanto a teoria diz. A única coisa que o filme diz é que "com o passar dos anos, a Fera perdeu as esperanças". Pode muito bem ter passado apenas três, quatro, cinco anos........




Muitos podem dizer que se passaram vários anos na animação, mas não podemos esquecer que o desenho é diferente do live action. Além de que, a animação não é muito clara sobre quanto tempo o feitiço durou. A única coisa que é dita é que a rosa "iria florescer até o 21º ano", o que é bem vago. Não temos certeza se é até o 21º aniversário do príncipe, ou se é até completar 21 anos de feitiço.




Porém, existe uma pista na animação: na música "À Vontade" (título original "Be our guest"), Lumière (o candelabro) canta "Dez anos sem dono, nós penamos no abandono". Então, a não ser que exista outra prova em contrário, devemos considerar que se passaram cerca de dez anos na história clássica.




Contudo, de acordo com o livro "A Fera em Mim" (título original "The Beast Within"), uma obra oficial da Disney, é revelado que o feitiço iria durar até que o príncipe completasse 21 anos de idade. Você pode até dizer que se encaixa na animação, segundo a qual o encanto durou cerca de 10 anos. Só que, nesse caso, o príncipe teria sido transformado aos 11 anos........




O especial "A Bela e a Fera: O Natal Encantado" chega a dar suporte à ideia, uma vez que mostra que o príncipe foi transformado em uma Fera quando ele era apenas um adolescente. Então, tudo parece se encaixar perfeitamente..........só que, de acordo com o livro "A Fera em Mim", o príncipe foi amaldiçoado por ter tratado mal a sua noiva (sim, a feiticeira era a sua noiva, e não uma mendiga, como a animação nos fez acreditar).........e, convenhamos, é muito estranho pensar que um menino de 11 anos já estava noivo. Eu sei que as pessoas costumavam casar cedo na época, mas 11 anos é demais, né?! Até porque os homens não costumavam casar tão cedo, apenas as mulheres.




Algo que devemos prestar atenção é o fato de que existe uma grande falha no especial de Natal: se a Fera foi amaldiçoada quando era um adolescente e voltou à vida humana como um adulto, então todos os membros do castelo deveriam ter envelhecido muitos anos. Porém, o Zip continua a ser criança.........




Outra coisa que não se encaixa é que o príncipe já é um adulto no quadro que aparece na animação clássica, quadro este que foi pintado antes de ele se transformar em uma Fera (sabemos disso porque vemos a Fera rasgando a pintura, provavelmente porque não aguentava olhar para como ele era e se deparar com a realidade de que agora é um monstro). Então........ou existe um viajante no tempo que o pintou no futuro e voltou ao passado para entregar a pintura, ou ele é a criança de 11 anos mais madura que já foi retratada rsrs




Como podemos perceber, as histórias das animações (tanto a clássica, quanto o especial natalino) e do livro não se encaixam bem e, a não ser que a Disney nos ofereça maiores explicações sobre o assunto, temos que considerar que há mais de uma (ou até mesmo mais de duas) versões oficiais da história.............      


- E quanto ao live action?


Bom, o live action é algo à parte e não devemos tentar encaixá-lo nas histórias das animações e do livro. E, se prestarmos atenção, veremos que o filme se preocupou em diferenciar o tempo de sua história com a do desenho clássico: na música "Be our guest", a parte em que o Lumière (o candelabro) canta "Ten years we have been rusting" ("Dez anos sem dono, nós penamos no abandono") na animação, é substituída por "Too long we have been rusting" ("Há muito tempo sem dono, penamos no abandono") no live action.




Dessa forma, fica claro que o live action se preocupou em não mostrar o lapso temporal do feitiço, provavelmente porque queria dar a entender que não se passaram tantos anos assim. É provável que tenham se passado cerca de quatro ou cinco anos, é por isso que os membros da vila não envelheceram muito. Eu sei que pode não ser o suficiente para te convencer de que a teoria não faz sentido, mas calma que ainda não acabamos.............


- O mistério da árvore que caiu e se ergueu de novo


E o que dizer sobre a árvore que foi derrubada por um raio, mas que estava erguida de novo quando o Maurice volta para lá com o Gastão? Bom, provavelmente foi obra da feiticeira, disfarçada como Ágata. E por que ela fez isso? Porque ela queria confundir o Maurice de forma que ele e o Gastão não conseguissem chegar no castelo. Afinal, ela não queria que a Fera fosse caçada e morta, ela era uma pessoa boa (ou, melhor dizendo, uma entidade boa) e queria apenas dar uma lição no príncipe.




Então, ela não queria ninguém atrapalhando, é por isso que ela continuou na vila para começo de conversa. Era para garantir que as coisas não saíssem do controle: ela apagou as memórias envolvendo o príncipe, seu castelo e seus empregados da cabeça das pessoas da vila e sempre que alguém começasse a se lembrar de algo, ela reforçava o feitiço. Por exemplo, no começo do filme vemos a Bela perguntando para o Sr. Samovar se ele havia se esquecido de algo novamente, então, é possível que sempre que ele começa a se lembrar da esposa e do filho, a feiticeira reforça o feitiço, fazendo com que as memórias desapareçam de novo.




- Os habitantes têm consciência de que os dias passam e que coisas novas acontecem   


Tem muitos momentos no filme que mostram que os habitantes não estão vivendo o mesmo dia: eles fazem muitas coisas diferentes em dias diferentes. O Gastão até fala que ele procurou pelo Maurice por 5 dias. Isso já quebra a teoria, pois os habitantes sabem o que aconteceu nos dias anteriores. Você pode até dizer que o Gastão não estava morando na vila quando o feitiço foi lançado, mas isso não faz sentido, pois as pessoas não seriam capazes de idolatrá-lo da forma que vemos no filme. Os moradores sempre o tratariam como um recém-chegado na vila, uma vez que o loop temporal faz com que as pessoas se esqueçam dos acontecimentos posteriores aos do dia em que o feitiço foi lançado.




E se o Gastão já estivesse morando na vila na época, mas não foi enfeitiçado por estar viajando no dia em que o feitiço foi lançado? Ainda assim não se encaixa na teoria, uma vez que as pessoas não o acham estranho.........afinal, os moradores deveriam achar estranho que o Gastão estava envelhecendo e tudo mais, mas isso não acontece (pelo contrário, eles o idolatram, como já foi dito), eles apenas acham a Bela e o seu pai estranhos. Além de que, se o Gastão realmente estivesse viajando no dia em o feitiço foi lançado, ele saberia que havia algo estranho acontecendo. Ele descobriria sobre o loop temporal logo depois de chegar na vila e com certeza ficaria muito assustado para continuar morando lá.      




- Os moradores reconhecem a Bela e o seu pai 


Segundo a teoria do loop temporal, a Bela e o seu pai não foram amaldiçoados porque chegaram na vila depois que o feitiço havia sido lançado, mas isso não faz o menor sentido. Usando a mesma lógica do tópico anterior, considerando que o dia é sempre o mesmo desde o dia em o feitiço foi lançado, todos os novos dias posteriores seriam apagados da mentem dos moradores enfeitiçados. Sendo assim, se a Bela e o seu pai chegaram na vila depois, os moradores iriam conhecê-los, mas se esqueceriam deles sempre. Ou seja, as pessoas sempre os tratariam como recém-chegados, mas isso claramente não acontece no filme, uma vez que as pessoas reconhecem a Bela, inclusive o Sr. Samovar, que a cumprimenta e conversa com ela sobre seus problemas de memória..........então, é óbvio que ele tem uma certa intimidade com ela.




Mas então por que as pessoas da vila acham a Bela e o seu pai estranhos? É porque eles não são meros moradores de vila fazendo coisas simples como os demais. Primeiramente temos o Maurice, um excêntrico (mas humilde) inventor que acredita que um dia irá conseguir criar algo capaz de mudar a vida de sua família para melhor, e está sempre dando duro em seu porão (que é o seu local de trabalho) para tentar fazer seus planos darem certo. Apesar de quase sempre fracassar, ele nunca desiste de seus sonhos e recebe muito apoio da sua filha.  




E também temos a Bela, que, como seu pai, gosta de estudar e de descobrir coisas novas. É por isso que ela parece estar bem entediada com a rotina da vila, o que não tem nada a ver com o loop temporal. As pessoas na época, principalmente as que moravam no interior, não tinham vontade de explorar e de aprender coisas novas. Então, elas acabavam fazendo praticamente as mesmas coias todos os dias. E é por isso que a Bela é uma personagem tão impressionante: ela é uma mulher além do seu tempo, alguém que tem ambição de explorar coisas novas e que quer ter mais do que uma vida simples no interior.


  


Então é isso gente, espero muito que vocês tenham gostado e que eu tenha conseguido te convencer de que essa teoria não faz sentido rsrs mas não se esqueça de deixar o seu comentário e fique à vontade para fazer críticas e deixar sua opinião.



Bjinhos de uma Bela meio Fera,


Tati.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...